Machadinho assina Termo de Cooperação para fomentar a cadeia produtiva da erva-mate

Data: 10/09/2019

 Por meio da assinatura de um Termo de Cooperação, os cinco polos ervateiros do Rio Grande do Sul formalizaram uma parceria que visa o fomento e desenvolvimento da cadeia produtiva da erva-mate no Estado. O ato aconteceu na última sexta-feira (06/09), durante a nona edição da Feimate, em Novo Barreiro, com a presença de representantes dos cinco polos. Essa é mais uma ação proposta pelo Programa Gaúcho para Qualidade e a Valorização da Erva-mate, trabalho liderado pela Emater/RS-Ascar e que visa fortalecer a cadeia produtiva através de uma melhor estruturação, qualidade e valorização dos produtos da erva-mate, proporcionando a viabilidade da atividade e a superação na expectativa das pessoas envolvidas no processo de produção, distribuição ou de consumo.

A Feimate deste ano trouxe uma programação repleta de eventos e atividades de caráter técnico. Na sexta-feira, foi realizado o Seminário da Erva-Mate, promovido pela Prefeitura de Novo Barreiro, com apoio da Emater/RS-Ascar, Conselho Municipal do Turismo e dos ervateiros locais. No Seminário, o primeiro tema que foi apresentado tratou sobre a propagação vegetativa, a clonagem de erva-mate.

O professor e pesquisador da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus de Frederico Westphalen, Nilton Montavani, foi o responsável por abordar essa temática. Os benefícios do chimarrão e dos polifenóis também foram assuntos tratados no evento, pelo professor e diretor técnico do Laboratório Cito Análises, Guilherme Ardenghi Balsan.

Para encerrar os assuntos técnicos, a professora e pesquisadora da Universidade Regional Integrada (URI), campus de Erechim, Alice Valduga, explanou sobre a evolução e o papel da pesquisa na cadeia produtiva da erva-mate.

Ao final da manhã, foi realizada a assinatura do Termo de Cooperação entre os cinco Polos Ervateiros do RS. Segundo o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar e um dos responsáveis pela área da erva-mate, Ilvandro Barreto de Melo, dentro das ações do Programa Gaúcho para Qualidade e Valorização da Erva-mate está prevista a assinatura do Termo de Cooperação entre os municípios que trabalham com a atividade da erva-mate. "São 219 municípios no Estado que trabalham com erva-mate. Destes, 30 têm a atividade como uma das principais do setor agropecuário. E são esses que, formalizados através dos Polos Ervateiros, assinaram o Termo de Cooperação para a realização de diversas ações, que envolvem questões de infraestrutura, desenvolvimento tecnológico e de pesquisa, políticas públicas para o setor ervateiro e ações direcionadas ao turismo. Esse acordo possibilitará que as iniciativas e todo o planejamento estratégico para a cadeia produtiva da erva-mate tenha uma organização e essa seja fortalecida pelo processo desenvolvido por cada município, mas com metas e objetivos claros, sempre pensando em fortalecer a cadeia produtiva da erva-mate no RS, focando principalmente na qualidade e valorização do produto mate", explicou Ilvandro.

Já na avaliação do secretáriado de Turismo Indústria e comércio de Machadinho, este convênio além de trazer desenvolvimento para o setor agrega e muito no turismo, já que a erva mate poderá se tornar um ótimo produto turístico em sua comunidades, hoje em Machadinho turistas já visitam nossa industria de erva mate e em breve poderão aproveitar a nossa rota da erva mate, esta que está em fase final de planejamento para o município de Machadinho.

Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar

Gallery_big_664d4cb8cde80e76cd1692521daec97c
WhatsApp Image 2019-09-10 at 3.31.39 PM.jpeg