Secretaria Municipal de Habitação e Assistência Social

Secretaria Municipal de Habitação e Assistencia Social:

Secretária: Cassiane Pollo

 SECRETARIA DE HABITAÇÃO E ASSISTÊNCIA SOCIAL CENTRO DE REFERÊNCIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL CRAS

 O que é o Centro de Referência da Assistência SocialCRAS?

O CRAS é uma unidade de proteção social básica do SUAS, que tem por objetivo prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidades e riscos sociais nos territórios, por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, e da ampliação do acesso aos direitos de cidadania. A oferta dos serviços no CRAS deve ser planejada e depende de um bom conhecimento do território e das famílias que nele vivem, suas necessidades, potencialidades, bem como do mapeamento da ocorrência das situações de risco e de vulnerabilidade social e das ofertas já existentes.

Estes serviços devem possuir caráter preventivo, protetivo e proativo, podem ser ofertados diretamente no CRAS, desde que disponha de espaço físico e equipe compatível.

Competências do CRAS:

Fornecimento de informações e dados para o Órgão Gestor Municipal ou do DF sobre o território para subsidiar:

• a elaboração Plano Municipal de Assistência Social;

• o planejamento , monitoramento e avaliação dos serviços ofertados no CRAS;

• a alimentação dos Sistemas de Informação do SUAS;

• os processos de formação e qualificação da equipe de referência;

OFERTA DO SERVIÇO DE PROTEÇÃO E ATENDIMENTO INTEGRAL A FAMÍLIA PAIF, que consiste no trabalho social com famílias, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura dos seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida. As ações do PAIF não devem possuir caráter terapêutico. O trabalho essencial ao serviço diz respeito: Acolhida; estudo social; visita domiciliar; orientação e encaminhamentos; grupos de famílias; acompanhamento familiar; atividades comunitárias; campanhas socioeducativas; informação, comunicação e defesa de direitos; promoção ao acesso à documentação pessoal; mobilização e fortalecimento de redes sociais de apoio; desenvolvimento do convívio familiar e comunitário; mobilização para a cidadania; conhecimento do território; cadastramento socioeconômico; elaboração de relatórios e/ou prontuários; notificação da ocorrência de situações de vulnerabilidade e risco social; busca ativa.

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS - SCFV: serviço realizado em grupos, de forma que a intervenção social seja planeja que crie situações desafiadoras, estimulantes e oriente os usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências individuais e coletivas, na família e no território. Possui articulação com o PAIF. O trabalho essencial ao serviço diz respeito: Acolhida; orientação e encaminhamentos; grupos de convívio e fortalecimento de vínculos; informação, comunicação e defesa de direitos; fortalecimento da função protetiva da família; mobilização e fortalecimento de redes sociais de apoio; informação; banco de dados de usuários e organizações; elaboração de relatórios e/ou pronuários; desenvolvimento do convívio familiar e comunitário; mobilização para a cidadania.

SERVIÇO DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA NO DOMICÍLIO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E IDOSAS.

O serviço tem por finalidade a prevenção de agravos que possam provocar o rompimento de vínculos familiares e sociais dos usuários. Visa a garantia de direitos, o desenvolvimento de mecanismos para a inclusão social, a equiparação de oportunidades e a participação e o desenvolvimento da autonomia das pessoas com deficiência e pessoas idosas, a partir de suas necessidades e potencialidades individuais e sociais, prevenindo situações de risco, a exclusão e o isolamento. O trabalho essencial ao serviço diz respeito: Proteção social proativa; Acolhida; Visita familiar; Escuta; Encaminhamento para cadastramento socioeconômico; Orientação e encaminhamentos; Orientação sociofamiliar; Desenvolvimento do convívio familiar, grupal e social; Inserção na rede de serviços socioassistenciais e demais políticas; Informação, comunicação e defesa de direitos; Fortalecimento da função protetiva da família; Elaboração de instrumento técnico de acompanhamento e desenvolvimento do usuário; Mobilização para a cidadania; Documentação pessoal.

GESTÃO TERRITORIAL DA REDE SOCIOASSISTENCIAL DA PROTEÇÃO SOCIAL BASICA.

GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA.

Inserção de famílias no Cadastro Único para acesso aos Programas Sociais do Governo Federal;Acompanhamento das famílias em descumprimento de Condicionalidades do Programa Bolsa Família. A equipe de referência do CRAS é composta por:

01 Assistente Social: 30h -Emanuele Borges

01 Psicólogo: 40h -Nalú Enára Baratieri

01 Coordenador: Sonára Maria Girardi

01 Gestor do Programa Bolsa Família: Sonara Maria Girardi

Endereço do CRAS:

Avenida Independência, nº172, Centro

Telefone: (54) 35511536

E_mail: cras_machadinhors@hotmail.com

 Horário de atendimento ao público:

De segunda a sextafeira,

das 7h45min às 11h45min e das 13h às 17h

 

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICIPIO DE MACHADINHO SECRETARIA MUNICIPAL DA HABITAÇÃO E ASSISTENCIA SOCIAL

O QUE É O CENTRO DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – CREAS?

O CREAS está inserido na politica de Assistência Social e referese à Proteção Social Especial, que tem como objetivo a oferta de trabalho social especializado à famílias e indivíduos em situação de risco pessoal ou social, por violação de direitos.

Competências e Serviços Ofertados no CREAS:

  • Ofertar serviços especializados;
  • Elaboração do Plano Municipal de Assistência Social;
  • Planejamento, monitoramento e avaliação da Unidade e dos Serviços ofertados pelo CREAS;
  • Organização e avaliação dos serviços referenciados ao CREAS?
  • Acompanhamento das famílias em descumprimento de condicionalidades do Programa Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada, por motivos relacionados a situações de risco pessoal e social, por violações de direitos;
  • Alimentação periódica do Sistema de condicionalidades com registro do acompanhamento familiar efetivado;
  • Desenvolvimento do trabalho em rede por meio da articulação com a rede socioassistencial, outras políticas e órgãos de defesa de direitos;
  • Registro de informações relativas aos atendimentos/acompanhamentos;

NOME DO SERVIÇO: SERVIÇO DE PROTEÇÃ O E ATENDIMENTO ESPECIALIZADO A FAMÍLIAS E INDIVÍDUOS (PAEFI).

DESCRIÇÃO: Serviço de apoio, orientação e acompanhamento a famílias com um ou mais de seus membros em situação de ameaça ou violação de direitos.

TRABALHO SOCIAL ESSENCIAL AO SERVIÇO: Acolhida; escuta; estudo social; diagnóstico socioeconômico; monitoramento e avaliação do serviço; orientação e encaminhamentos para a rede de serviços locais; construção de plano individual e/ou familiar de atendimento; orientação sociofamiliar; atendimento psicossocial; orientação jurídico?social; referência e contrarreferência; informação, comunicação e defesa de direitos; apoio à família na sua função protetiva; acesso à documentação pessoal; mobilização, identificação da família extensa ou ampliada; articulação da rede de serviços socioassistenciais; articulação com os serviços de outras políticas públicas setoriais; articulação interinstitucional com os demais órgãos do Sistema de Garantia de Direitos; mobilização para o exercício da cidadania; trabalho interdisciplinar; elaboração de relatórios e/ou prontuários; estímulo ao convívio familiar, grupal e social; mobilização e fortalecimento do convívio e de redes sociais de apoio.

NOME DO SERVIÇO: SERVIÇO DE PROTEÇÃ O SOCIAL A ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA DE LIBERDADE ASSISTIDA (LA) E DE PRESTAÇÃ O DE SERVIÇOS À COMUNIDADE (PSC).

DESCRIÇÃO: O serviço tem por finalidade prover atenção socioassistencial e acompanhamento a adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, determinadas judicialmente.

TRABALHO SOCIAL ESSENCIAL AO SERVIÇO: Acolhida; escuta; estudo social; diagnóstico socioeconômico; referência e contrarreferência; trabalho interdisciplinar; articulação interinstitucional com os demais órgãos do sistema de garantia de direitos; produção de orientações técnicas e materiais informativos; monitoramento e avaliação do serviço; proteção social proativa; orientação e encaminhamentos para a rede de serviços locais; construção de plano individual e familiar de atendimento, considerando as especificidades da adolescência; orientação sociofamiliar; acesso a documentação pessoal; informação, comunicação e defesa de direitos; articulação da rede de serviços socioassistenciais; articulação com os serviços de políticas públicas setoriais; estímulo ao convívio familiar, grupal e social; mobilização para o exercício da cidadania; desenvolvimento de projetos sociais; elaboração de relatórios e/ou prontuários.

NOME DO SERVIÇO: SERVIÇO DE PROTEÇÃ O SOCIAL ESPECIAL PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA, IDOSAS E SUAS FAMÍLIAS.

DESCRIÇÃO: Serviço para a oferta de atendimento especializado a famílias com pessoas com deficiência e idosos com algum grau de dependência, que tiveram suas limitações agravadas por violações de direitos,

TRABALHO SOCIAL ESSENCIAL AO SERVIÇO: Acolhida; escuta; informação, comunicação e defesa de direitos; articulação com os serviços de políticas públicas setoriais; articulação da rede de serviços socioassistenciais; articulação interinstitucional com o Sistema de Garantia de Direitos; atividades de convívio e de organização da vida cotidiana; orientação e encaminhamento para a rede de serviços locais; referência e contrarreferência; construção de plano individual e/ou familiar de atendimento; orientação sociofamiliar; estudo social; diagnóstico socioeconômico; cuidados pessoais; desenvolvimento do convívio familiar, grupal e social; acesso à documentação pessoal; apoio à família na sua função protetiva; mobilização de família extensa ou ampliada; mobilização e fortalecimento do convívio e de redes sociais de apoio; mobilização para o exercício da cidadania; elaboração de relatórios e/ou prontuários.

NOME DO SERVIÇO: SERVIÇO ESPECIALIZADO PARA PESSOAS EM SITUAÇÃ O DE RUA.

DESCRIÇÃO: Serviço ofertado para pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência.

TRABALHO SOCIAL ESSENCIAL AO SERVIÇO: Acolhida; escuta; estudo social; diagnóstico socioeconômico; Informação, comunicação e defesa de direitos; referência e contrarreferência; orientação e suporte para acesso à documentação pessoal; orientação e encaminhamentos para a rede de serviços locais; articulação da rede de serviços socioassistenciais; articulação com outros serviços de políticas públicas setoriais; articulação interinstitucional com os demais órgãos do Sistema de Garantia de Direitos; mobilização de família extensa ou ampliada; mobilização e fortalecimento do convívio e de redes sociais de apoio; mobilização para o exercício da cidadania; articulação com órgãos de capacitação e preparação para o trabalho; estímulo ao convívio familiar, grupal e social; elaboração de relatórios e/ou prontuários.

SERVIÇOS DE PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL DE ALTA COMPLEXIDADE : ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA CRIANÇAS, ADOLESCENTES E IDOSOS; Realizado por meio de convênio com as instituições.

A equipe de referência do CREAS é composta por:

01 Assistente Social: 30h -Margot Figueiredo Bruni

01 Psicólogo: 40h-Déborah Polo

01 Coordenador:FabianavElizandra Vieira

01 Orientador Jurídico – Maria Cristina Teixeira

Endereço do CREAS:

Avenida Independência, nº172, Centro

Telefone: (54) 35511536

E –mail creasmachadinho_rs@hotmail.com

Horário de atendimento ao público:

De segunda a sextafeira,

das 7h45min às 11h45min e das 13h às 17h